segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Historias vividas....

Fizeste um post no dia em que fizemos 1ano e 6 meses, fofinho por sinal, mas como não disse nada sobre ele e fiz logo um post a atacar-te, vou deixar agora o ar da minha graça.
Deste tempo em que assumimos para nós que uma simples amizade não dava, guardo cada bocadinho dentro do meu pequeno coração. Guardo muitas alegrias, algumas tristezas mas sempre contigo por perto. Guardo com um grande sorriso o nosso primeiro beijo, dado um pouco à pressa mas com receio da tua parte em que eu reagisse mal. É compreensível visto que antes disso estivemos sem nos falar durante quase dois anos. Arriscar era um grande passo e ainda bem que o fizeste. Eu nunca o teria feito embora tivesse uma grande vontade.
Guardo o esforço que fiz para conseguir pedir-te em namoro. Sim porque eu gosto tudo muito bem explicado e andar enrolada contigo só por andar não me agradava. 23 de fevereiro de 2010, subi eu a um muro de 3 metros perto das 3h da manha (se não me engano muito), único sítio onde tinha rede de telemovel naquela terra atras de um monte qualquer, para te dizer pela primeira vez que tinha saudades dos teus beijos e do nada perguntei-te se querias namorar comigo. A resposta foi instantânea sem pensares. "Sim" =) o meu coração parou e parecia que estava a entrar numa fantasia. Cheguei a duvidar se o que estava a acontecer era mesmo real. Como é que podia assumir para mim mesma que namorava com a minha melhor amiga? Aquela hora e com algum álcool no sangue nada era muito claro, como se  pode imaginar. Muitos foram os meses que continuei sem acreditar que realmente namorava com uma rapariga, era estranho mas ao mesmo tempo intenso. 
Apetecia-me contar ao mundo inteiro a felicidade que me transbordava pelos olhos. Dizer que tudo à minha volta mudou e se tornou mais perfeito. Com outro sabor, com outro cheiro, com outro olhar.
Mas quando caí em mim reparei que não se pode dizer tudo o que vai na alma..... Infelizmente




Ps: o resto das historias ficam pra próxima =) não pode ser tudo de uma vez =)


Amo-te mon amour




ASS:"J"

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Não faço parte da tua família...

Um ano e seis meses passados, bons tempos é verdade. No entanto algo que sempre me chateou foi nunca poder participar mais na tua vida familiar. Se a minha mãe não te odiasse tanto eu faria de tudo para te integrar na minha família. Enfim há dias que me sinto tua namorada apenas das 9h às 17h. Ou então de tempos livres.
Ainda por cima eu disse-te que tinha feito o esforço para te ir buscar no sábado, não vivesses tu ainda longe, e tu respondes-me que não me pediste para te ir buscar. Ok! Caiu que nem água fria em cima da minha cabeça. Desculpa se fui exigente a pedir para me vires buscar para ir almoçar contigo a tua casa, com os teus irmãos e cunhados. Afinal não pertenço a esse mundo. Não vou poder participar nas tuas "coisas" familiares.
Ha coisas que me deixam completamente chateada na nossa relação.... Mas quem sou eu afinal na tua vida?


Há certas coisas que não vale a pena serem percebidas...
Ass: "J"

1 ano e 6 meses (23.08.2010)

:) é perfeito, ano e meio cheio de emoções, cheio de histórias para contar...um ano e meio a teu lado!


Amo cada pedacinho teu, cada olhar, cada gesto, cada sorriso... Tu fazes-me andar nas nuvens, fazes-me sentir borboletas na barriga, sim tu ainda me fazes sentir tudo isto e muito mais, e não vai ser o tempo que vai mudar o que sinto, porque a cada instante que passa ele só intensifica estas pequenas sensações, também os sorrisos parvos, o brilho nos olhos, os arrepios na pele são intensificados pelo poder do tempo...
Sabes uma coisa!? SOU FELIZ: sou feliz por te ter a meu lado, sou feliz porque te amo, sou feliz porque o que temos é único, sou feliz porque sei que o que temos é especial, sou feliz porque sei que te faço feliz a ti também!
Esta foi só uma pequena etapa da nossa vida, muitos mais anos irão passar e eu pretendo passá-los todinhos a teu lado!

,como te amo minha princesa <'3

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

"estou a perder o calor do teu corpo em mim..."

Bem não imaginas como me custou ouvir esta frase...
Por mais que estejamos juntas ambas sabemos que já nada é igual, foi muito tempo longe uma da outra, fizeram-nos falta aquelas manhãs só nossas, aquele aconchego profundo, as nossas loucuras proibidas... fez-te falta o meu ombro para poderes dormir sobre ele, fez-me falta envolver-te nos meus braços e "proteger-te"...estes pequenos gestos que para nós era algo tão natural perderam-se de um momento para o outro, e agora passados alguns meses a estranheza dos nossos corpos sente-se! 
SIM o amor continua presente nas nossas vidas, continuamo-nos a amar como sempre...mas temos que admitir que perdemos muita coisa boa da nossa relação, que pequenos momentos que tanto valor tinham (e têm) dissiparam-se!
Teremos que reconstruir tudo isso novamente, quero voltar a ver-te dormir enroscada em mim, quero voltar a sentir o teu corpo sobre o meu peito, quero voltar a sentir o brilho perfeito que os teus olhos me transmitiam quando estávamos juntas, quero voltar a ter-te para mim...
Hoje tive medo de te perder...
amo-te minha pequenininha perfeita...

domingo, 15 de agosto de 2010

Um Pequeno Gesto...

Admito que este fim-de-semana o meu humor não foi do melhor, e que em muito se deve a mal falares comigo, eu sei eu sei, exijo muito de ti, e que te quero só para mim, eu mesma sinto-me egoísta quanto a esse facto...
Quis mudar, mas bem lá no fundo não consegui, não dá para evitar o meu coração consegue levar sempre a melhor e fico sempre preocupada contigo, talvez por isso "exija" tanta atenção da tua parte...desculpa bebe =$

Ontem ainda estava a falar um bocado torta para ti, mesmo eu tendo-te dito que estava tudo bem a verdade é que tinha ficado magoada contigo e ainda estava a sentir na pele o que se tinha passado na noite anterior... Mas tu, com um simples gesto de carinho conseguiste fazer com que o meu coração derretesse e fizeste-me esquecer tudo o que se tinha passado, e de um humor azedo consegues fazer com que passe para um humor completamente apaixonado...sinto-me tão bem quando as coisas correm como sempre deveriam correr... Desculpa se por vezes exagero, não o faço por mal e prometo que daqui para a frente vou tentar ser mais compreensiva contigo amor!

Tu transformas-me numa pessoa melhor...


Amo-te minha amora **

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Desabafo....

A pouco tempo de fazermos 1 ano e 6 meses de namoro, há sempre algo que eu não consigo perceber o porquê de ser tão frequente acontecer. Chatices frequentes sem grandes motivos aparentes que motivem tamanhas discussões e amuos. Um falar torto, confronto de ideias ou até o simples facto de não mandar mensagens a dizer onde ando são pretexto para se armar discussão. Mas afinal porque é que temos necessidade de fazer estas coisas? Quando estamos bem tudo é perfeito, há necessidade de estarmos sempre a criar problemas? Apesar de gostar muito de ti e de não a ver sem ti na minha vida, muitas vezes fazes com que me sinta claustrofobica com tanto controlo, com a tua frequente "birra" para chamar a minha atenção toda para ti. Sinto-me muitas vezes sufocada por saber o quanto te chateia que mande mensagens pra outras pessoas e não mande para ti. Não me afectam os teus ciúmes, sempre gostei dos teus ciúmes, fazem-me sentir amada e desejada. Não é isso que está em questão.
Simplesmente não quero que sofras, não quero que a nossa relação sofra. Este texto trata-se apenas de um desabafo, não o leves como se fosse o fim do mundo, porque não o é. Tudo de consegue ultrapassar.
Desculpa não ser uma pessoa que se deixa prender.






Amo-te mon amour
ASS: "J"

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Um Doce Sabor...




E um novo amanhecer renasceu...

Tudo se transforma em nosso redor, tudo toma outro brilho, tudo isto se deve à felicidade que aconchega de novo os nossos corações!
Em compensação dos dias mais sombrios que passaram, vivo hoje a ânsia de que o amanhã chegue bem depressinha...
Quero poder agarrar-te de novo, prender-te em meus braços, acarinhar a tua face e num gesto suave poder sentir o toque dos teus lábios, esse Doce Sabor que aquece o meu coração e faz o tempo parar, e nesse mesmo instante sentimo-nos donas do Mundo, porque a teu lado todos os instantes são únicos, todos os momentos são perfeitos… A teu lado vivo e respiro felicidade!
Se isto não é amor, então o que será!?

Amo-te minha pequenina

domingo, 8 de agosto de 2010

Ter-te a meu lado é bem melhor

Hoje alguém me dizia numa mensagem: "dou graças todos os dias por a ter ao meu lado." Foi uma expressão que me deixou pensativa e transmiti o seu sentido para a nossa relação.  Dei por mim a pensar que não sei viver sem ti,  que se tudo acabar a minha vida teria de levar uma volta de mais de 360 graus. Acabava por fugir daqui e rumava a outra cidade ou país. Mas, como não gosto de mudanças e o que sinto por ti não mudou nem um bocadinho, independentemente do que aconteceu, quero mandar tudo para trás das costas e recomeçar. Leva tempo, tal como tudo na vida, mas havemos de lá chegar. Não é esta pequena barreira que nos vai separar, já bem bastam as que hão-de vir.


"deixem de ser tótós"


Amo-te coisinha ciumenta =)


ASS"J"
Há alturas da vida em que nos arrependemos profundamente do que fizemos, temos vontade de voltar atrás e não repetir a mesma asneira!Não é fácil estar longe de quem se ama, a saudade consome-nos por dentro e podemos fazer coisas que numa outra altura, numa outra situação não teria ocorrido! Num segundo está tudo bem, no outro nem por isso... Perco a calma muitas vezes, chego a extremos que não devia chegar, e isso por vezes faz com que eu quase te perca...
Morro quando não estamos bem, quando sei que a culpa do desentendimento é minha e que não fiz nada para o evitar, se pensasse um pouco mais antes de agir muitas destas discussões não teriam acontecido!
Sinto que por vezes te faço sofrer tanto...Desculpa-me!
AMO-TE